Pesquisa Grátis
Esta é a forma mais fácil de encontrar o que você procura neste site.

Piaget X Vygotsky - Entendendo as teorias de aprendizagem e linguagem


Psicologia do desenvolvimentoPiaget X Vygotsky

Entendendo as teorias de aprendizagem e linguagem
Autoria: Marcos L. Souza
Piaget X Vygotsky Entendendo as teorias de aprendizagem e linguagem


            Piaget > Psicólogo e sua teoria e estudos se baseiam no cognitivismo construtivista que resumindo quer dizer , ele entende que a aquisição da linguagem e a aprendizagem estão ligadas somente quando a criança adquire uma inteligência completa, ou seja, a criança tem de se desenvolver completamente para poder adquirir a aquisição  e desenvolvimento da linguagem levando em consideração o meio e a interação da mesma com o meio.

            Piaget divide esta aquisição em alguns estágios, o primeiro deles é o estágio sensório motor “ 0 aos 18 meses”, a criança irá se desenvolver como engatinhar, pegar, sentir, andar e posteriormente assimilar objetos. O segundo estágio é o pré-operatório “ 2 aos 7 anos de idade”, este estágio está dividido em mais dois sub estágios que são: O estágio egocêntrico “ 2 aos 4 anos” e o estágio intuitivo “ 5 aos 7 anos”, dentro destes sub estágios a criança começa a desenvolver funções simbólicas, ou seja, os objetos passaram a se transformar em símbolos por ex: Uma caixa de fósforo vira uma carrinho, um pedaço de papel dobrado vira um avião etc, é quando na teoria proposta por Piaget somente a partir deste ponto é que a criança começa a desenvolver a representação de algo, a criança irá transformar um objeto em um símbolo para compor sua brincadeira. Em se tratando do egocentrismo, a criança quando narrar uma história ou estória, irá sempre trabalhar com sua própria identidade colocando-se no centro de tudo. Neste ponto as suas ações baseadas na teoria de Piaget são todas intuitivas, a assimilação é adquirida por meio da intuição e repetição. Neste estágio se propõe o aparecimento das noções de tempo e espaço. Estágio pré-operatório concreto “07 aos 11 anos”, é quando a criança começa a desenvolver segundo sua teoria a capacidade de resolver problemas mais concretos, utilizando a matemática como exemplo para provar tal teoria. O último estágio é o proposto em sua teoria é o pré- operatório formal “ A partir dos 12 anos de idade”, é quando a criança desenvolve a capacidade de assimilar o abstrato e o concreto.

           Vygotsky> Psicólogo, sua teoria se baseia no interacionismo social defendendo que a linguagem se adquire pela interação de no mínimo duas pessoas, para se trabalhar o direcionamento proposto para tal desenvolvimento, ou seja, é preciso um “Mediador” para que a aprendizagem aconteça com mais facilidade. Vygotsky defende em seus estudos que a criança irá se desenvolver e consequentemente aprender muito mais rápido e com eficiência, com a utilização de uma linguagem direcionada a mesma, do que se trabalhar uma linguagem proposta por um meio “ O meio, mediato por outro, lhe trará a experiência de aprendizagem”. Partido deste princípio Vygotsty desenvolve um componente teórico conhecido como “ ZDP” Zona de desenvolvimento proximal, que divide as formas de conhecimento adquirido em “ Real” ou aquilo que a criança consegue aprender sozinha e que tenha capacidade de aplica-la no âmbito da criatividade ou atividades propostas. “ Proximal”, é a aprendizagem em que há a necessidade de um mediador para ajudar no desenvolvimento de tais capacidades. Em se tratando de desenvolvimento real podemos exemplificar a linguagem: Uma criança já sabe dizer as palavras “ Bola, prato, vaca”, e consequentemente já sabe aplica-las em um contexto proposto de atividade ou brincadeira. Quanto ao desenvolvimento proximal é a utilização de um mediador que explique ou ajude a criança a formar uma frase utilizando estas palavras. A aprendizagem ocorre mais fácil quando há mediação para facilitar o entendimento proposto da linguagem ou conhecimento a ser adquirido.

         Uma das maiores diferenças destes dois teóricos é que: Piaget baseia sua teoria em que o conhecimento é adquirido de dentro pra fora. Vygotsky por outro lado, defende o oposto, a aprendizagem ocorre de fora para dentro.  
Veja ainda:


LIPITIPI®. Artigo publicado por Gi Barbosa em 22. Atividades pedagógicas para turmas de 1° ao 5° ano Atividades e planos de aula para professores do Fundamental I. Classificação: 5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Complemente esta postagem com suas sugestões. É sempre muito interessante enxergar outras formas de aplicação de determinada proposta ou os muitos pontos de vista de nossas leituras e reflexões.
Esperamos ansiosos sua colaboração!

Fãs Ideia Criativa

Seguidores do Ensino Fundamental

Google+ Badge

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...